Última hora

Última hora

Liège: Memorial da Primeira Guerra Mundial

Em leitura:

Liège: Memorial da Primeira Guerra Mundial

Tamanho do texto Aa Aa

Em Liège, teve lugar uma cerimónia para assinalar a Primeira Guerra Mundial. As pessoas reuniram-se no Memorial dos Aliados, perto do local onde as tropas alemãs invadiram a Bélgica, a 4 de agosto de 1914: “É preciso relembrar os jovens que os conflitos podem entrar em erupção a qualquer momento e que já há guerras suficientes a acontecer. Desta forma assinalamos o passado, mas, infelizmente, também pensamos sobre as guerra e os conflitos que existem hoje em dia”, afirma uma das presentes.

A Primeira Grande Guerra espalhou sangue pela Europa, principalmente no norte de França e da Bélgica. Morreram dezessete milhões de pessoas, soldados e civis entre 1914 e 1918.

Rudolf Herbert, Euronews: “No centenário da 1ª Guerra Mundial, há uma série programas de televisão e de livros recém-publicados sobre o conflito. Existirá realmente uma boa razão para as cerimónias de comemoração com a participação de muitas figuras importantes? Sim, existe, porque estes eventos esclarecem o público que os políticos europeus estão conscientes do passado do continente e assumem a responsabilidade pelo presente e pelo futuro”.