Última hora

Última hora

Israel e Hamas aceitam nova trégua durante 72 horas

Em leitura:

Israel e Hamas aceitam nova trégua durante 72 horas

Tamanho do texto Aa Aa

A partir desta terça-feira e ao longo 72 horas vigorará um cessar-fogo na Faixa de Gaza. Isso mesmo foi acordado entre israelitas e palestinianos, separadamente, em reposta à proposta de mediadores egípcios.

Trata-se de mais uma tentativa de por termo ao pior confronto entre as duas fações em dois anos.

Em caso de violação da trégua, Israel promete responder à altura.

“Vigiaremos tudo de muito perto, porque como vimos em ocasiões recentes como na última sexta-feira, o Hamas violou cessares-fogo com os quais supostamente se comprometeu. Por isso vigiaremos tudo de perto. Estaremos prontos para qualquer desenvolvimento”, anunciou Mark Regev, porta-voz do governo israelita.

Os islamistas pedem a Israel que dê mais um passo e anunciam as reuniões em que participarão várias fações palestinianas como Al-Fatah ou o Hamas.

“As forças da ocupação israelita deveriam retirar-se para fora da fronteira. Ao abrigo deste acordo os outros membros da delegação palestiniana irão viajar para o Cairo. Haverá negociações indiretas através da mediação egípcia”, explicou Sami Abu Zuhri, porta-voz do Hamas.

Os encontros têm como objetivo abordar um acordo global para por termo ao conflito com uma série de parâmetros acordados.

Rafah, no sul da Faixa de Gaza, é agora um amontoado de escombros. A pouco e pouco os habitantes veem com os próprios olhos o rasto de destruição. Desde o início da ofensiva israelita já terão morrido mais de 1800 palestinianos.

Esta segunda-feira, camiões carregados de alimentos entraram na Faixa de Gaza, no âmbito da “janela humanitária” de sete horas previamente acordada.