Última hora

Última hora

Aumenta a tensão na Ucrânia

Em leitura:

Aumenta a tensão na Ucrânia

Tamanho do texto Aa Aa

A Rússia tem vindo a fazer exercícios militares perto da fronteira com a Ucrânia. Algo que está a levantar alguma preocupação em vários países ocidentais. Primeiro-ministro polaco, Donald Tusk, disse que a ameaça de intervenção militar por parte da Rússia tem aumentado: “Temos razões para acreditar que, de acordo com informações que recebi nas últimas horas, a ameaça de uma intervenção direta russa é certamente maior agora do que há alguns dias.”

Vladimir Putin disse vai colocar em prática contra-sancões como retaliação às medidas impostas pelos Estados Unidos e pela União Europeia, devido ao alegado apoio da Rússia aos separatistas no leste da Ucrânia: “Instrumentos políticos que colocam pressão sobre a economia são inaceitáveis, contradizem todas as normas e regras e, em relação a isso, o governo russo já propôs algumas medidas de retaliação para as denominadas sanções impostas por alguns países.”

Moscovo convocou uma reunião de emergência do Conselho de Segurança das Nações Unidas sobre a situação na Ucrânia. Em Luhansk, uma zona controlada pelos rebeldes, no leste do país, o abastecimento de alimentos foi cortado e quase não existe eletricidade ou água corrente, algo que os residentes também temem que possa acontecer em Donetsk.