Última hora

Última hora

Sissi lança "novo canal do Suez"

Em leitura:

Sissi lança "novo canal do Suez"

Tamanho do texto Aa Aa

Com grande pompa e circunstância, o presidente egípcio lançou, na cidade portuária de Ismailia, o projeto do “novo canal do Suez”. Abdelfatah al-Sissi apertou o botão que detonou várias cargas de dinamite, marcando o início simbólico do enorme projeto, que o chefe de Estado quer ver concretizado “no espaço de um ano”.

O objetivo é aumentar para cerca do dobro a capacidade do tráfego marítimo, na artéria crucial que liga o Mar Vermelho ao Mediterrâneo.

O novo canal será paralelo ao já existente – inaugurado em 1869 e com um comprimento de 193 quilómetros – alargando e aprofundando o curso de água artificial numa distância de cerca de 72 quilómetros.

O projeto tem um custo estimado de perto de três mil milhões de euros e, segundo Sissi, será financiado por “17 empresas privadas egípcias”, sob a “supervisão do Exército”.

Em 2013, passaram mais de 16.500 navios pelo Canal do Suez, rendendo perto de quatro mil milhões de euros para o Egito.