Última hora

Última hora

Confrontos em Kiev: Limpeza geral em Maidan

Em leitura:

Confrontos em Kiev: Limpeza geral em Maidan

Tamanho do texto Aa Aa

Na Ucrânia, na Praça da Independência de Kiev, perto de 100 manifestantes entraram em confronto com os funcionários que faziam operações de limpeza.

Depois da revolução que, há meio ano, expulsou o Presidente Viktor Yanukovytch, alguns protestantes insistem em continuar na praça, como o ativista Ivan Bilan: “Daquele lado, os meus antigos companheiros estão numa das divisões ativistas de Maidan e agora são voluntários no primeiro batalhão de Kiev. Estávamos habituados a comer e a dormir todos juntos com o polícia que me traíu.”

Os manifestantes dizem que continuam em Maidan, abrigados em tendas, para vigiar o novo governo e para garantir que cumpre as promessas.

Segundo Sergei das forças especiais da polícia: “Estamos a fazer uma pequena limpeza sanitária. Temos de limpar este lixo imeditamente, e deixar apenas os homens que lutam realmente pelos interesses políticos de alguém.”

Desde maio, que as autoridades de Kyiv têm vindo a negociar com os protestantes para que abandonem completamente a Praça, mas ainda sem sucesso.