Última hora

Em leitura:

Ebola: Governo da Libéria declara estado de emergência


Libéria

Ebola: Governo da Libéria declara estado de emergência

Chegou esta manhã à base aérea de Torrejón, próxima de Madrid, o avião militar que transportou o padre Miguel Pajares, a primeira vítima do Ebola a ser acolhida na Europa.

Um forte dispositivo médico e de segurança foi desencadeado para o transporte do doente até à célula de isolamento do Hospital Carlos III, na capital espanhola.

Miguel Pajares trabalhava numa missão humanitária na Libéria, onde o vírus já matou centenas de pessoas.

As autoridades de Monróvia declararam o estado de emergência, após o encerramento de diversas clínicas e hospitais, na sequência do contágio dos médicos e pessoal médico que tratou dos doentes infetados.

“Os médicos deixaram de estar em contacto com os doentes porque têm estado a ser contaminados, por isso queremos restringir os movimentos de pessoas de modo a tentarmos controlar a doença”, explica o vice-presidente, Joseph Bokai.

Na Libéria, Serra Leoa, Guiné e Nigéria já morreram 932 pessoas vítimas do vírus.

O Ebola é uma febre hemorrágica altamente contagiosa que ainda não tem cura e matou até agora mais de metade das pessoas infetadas. Os sintomas são febre, vómitos, diarreia e hemorragias internas e externas.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) iniciou uma reunião de crise em Genebra e pondera pedir à comunidade científica que utilize os tratamentos experimentais de que dispôe para tentar combater a epidemia.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

Cambodja: Prisão perpétua para os dois últimos líderes dos Khmers Vermelhos