Última hora

Última hora

Faixa de Gaza: Não há sinais de acordo entre Israel e o Hamas

Em leitura:

Faixa de Gaza: Não há sinais de acordo entre Israel e o Hamas

Tamanho do texto Aa Aa

O cessar-fogo na Faixa de Gaza aproxima-se do final, sem a certeza de que será prolongado.

Israel diz-se disposto a prolongar a trégua, mas o Hamas tarda em responder.

À medida que o prazo se vai esgotando, o Estado hebraico modera o tom e mostra-se mais discreto:

O porta-voz do ministério israelita dos Negócios Estrangeiros, Paul Hirschson, diz que “é preciso ver como poderão alcançar-se dois objetivos: por um lado a desmilitarização da Faixa de Gaza e por outro a reconstrução e a criação de uma vida melhor para a população de Gaza e para o relacionamento entre os dois povos”.

Barack Obama exortou os negociadores no Cairo a chegarem a um acordo e deu a entender ao governo israelita que é tempo de levantar o bloqueio imposto em 2006 ao território palestiniano.

A Grã-Bretanha, a França e a Alemanha propôem que as forças de segurança da Autoridade Palestiniana retomem o controlo das fronteiras da Faixa de Gaza, para impedirem a construção de novos túneis pelo Hamas e permitirem a reabertura dos pontos de passagem em direção ao Egito.

O cessar-fogo termina esta sexta-feira de manhã.