Última hora

Última hora

Inquérito MH17: "os separatistas abateram o avião errado"

Em leitura:

Inquérito MH17: "os separatistas abateram o avião errado"

Tamanho do texto Aa Aa

Na Ucrânia, de acordo com uma investigação, os separatistas abateram o avião errado. A ideia não seria atingir o voo MH17 da Malaysia Airlines. Segundo o chefe dos serviços de segurança da Ucrânia, Valentin Nalivaichenko, os rebeldes pró-rússia pretendiam derrubar um voo da companhia russa Aeroflot, para justificar uma invasão da Ucrânia por parte da Rússia: “Aquele ataque terrorista foi planeado para ser efetuado ao mesmo tempo que o avião estava a sobrevoar aquele território, naquele mesmo dia. E o ataque foi planeado por criminosos militares como pretexto para uma maior invasão militar por parte da Federação Russa.”

Investigadores holandeses, australianos e malaios prepararam-se para deixar a Ucrânia, onde passaram semanas a tentar reunir os pertences e os restos mortais dos passageiros. Foi feito um minuto de silêncio em memória das vítimas. A missão terminou devido aos contínuos combates na região controlada pelos rebeldes, mas ainda vai ser conduzida uma investigação internacional no local do acidente.