Última hora

Última hora

Economia mundial enfrenta "imposto" demográfico

Em leitura:

Economia mundial enfrenta "imposto" demográfico

Tamanho do texto Aa Aa

A economia global enfrenta uma espécie de “imposto” demográfico, cujo efeito será o desaceleramento do crescimento nos próximos 20 anos. Em causa está o envelhecimento populacional sem precedentes e o alerta é feito num estudo da Moody’s.

A agência de rating norte-americana prevê que o envelhecimento populacional reduza o crescimento económico agregado anual em 0,4% até 2019, e em 0,9% de 2020 a 2025.

Uma população muito idosa faz diminuir a taxa de poupança das famílias e reduz o crescimento da força laboral.

No caso do indicador força laboral, o estudo revela que o crescimento do mesmo se situou nos 24,6%, de 2000 a 2015, mas que deverá ser cerca de metade -13,6% – nos próximos 15 anos.

Uma das autoras do estudo, Anne Van Praagh, realça que “já sabíamos que a força de trabalho está a encolher na Rússia, Japão e Alemanha. Também não é novidade que a força de trabalho está em declínio nos Estados Unidos da América. Mas o facto novo é que este não é apenas um problema dos mercados desenvolvidos, mas que também já afeta os mercados emergentes”.

Como soluções são propostas medidas tais como inovações tecnológicas que melhorem a produtividade, agilidade nos processos migratórios e mais eficiência dos fluxos financeiros.