Última hora

Última hora

Recurso de Suaréz em Lausana e sorteio da "Champions" em Nyon

Em leitura:

Recurso de Suaréz em Lausana e sorteio da "Champions" em Nyon

Tamanho do texto Aa Aa

Começou a ser apreciado esta sexta-feira, em Lausana, na Suíça, o recurso do uruguaio Luis Suaréz face à pesada suspensão de que foi alvo pelo Comité Disciplinar da FIFA. Na sequência da famosa mordidela ao defesa italiano Giorgio Chiellini , no decorrer do Uruguai-Itália, no Mundial, o antigo jogador do Liverpool foi sancionado com quatro meses de suspensão e nove jogos internacionais de castigo. Suaréz ainda pediu desculpas públicas a Chiellini, mas de pouco serviu.


Depois de um primeiro recurso da Federação Uruguaia (AUF) dirigido à FIFA ter sido recusado, o avançado, de 27 anos, apresentou-se perante três juizes do Tribunal Arbitral do Desporto (TAS). O objetivo de Suaréz é anular ou pelo menos reduzir os quatro meses de suspensão que o impedem inclusive de treinar no Barcelona, para onde Suaréz se transferiu há cerca de um mês por mais de 70 milhões de euros.

Após cinco horas de audiência, acompanhado pelo respetivo advogado Pere Guardiola e representantes da AUF, Suaréz regressou a Barcelona.

A FIFPro – Associação Internacional de Profissionais de Futebol – está ao lado do jogador uruguaio e pede também a redução do castigo. O TAS deverá pronunciar-se num prazo de oito a dez dias.


Sorteio do acesso às provas europeias

A cerca de 40 quilómetros de distância de Lausana, à mesma hora da audiência de Suaréz decorriam em Nyon, também na Suíça, os sorteios dos “play off” de acesso às fase de grupos da Liga dos Campeões e da Liga Europa. FC Porto, na “Champions”, Nacional e Rio Ave foram os emblemas portugueses presentes.

O Celtic, curiosamente, também esteve presente. Na terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões, a equipa escocesa, onde alinha o internacional jovem português Amido Baldé, foi eliminada em campo pelo Legia de Varsóvia, de Hélio Pinto. Só que os polacos utilizaram na segunda mão um jogador que estava castigado por ter visto um vermelho no último jogo da equipa na edição da época passada da Liga Europa, diante do Apollon Limassol, e acabaram derrotados na secretaria.

Bartosz Bereszynski foi sancionado com três partidas e deveria já ter cumprido o castigo, mas o Legia não o inscreveu para a segunda pré-eliminatória e a suspensão mantinha-se. O jogador entrou perto do final desta segunda mão diante do Celtic, em Glasgow. Os polacos venceram, por 2-0, depois de já terem ganho 4-1 em casa, mas o resultado de pouco serviu. A UEFA castigou o Legia com uma derrota por 3-0 e no resultado combinado (4-4), o Celtic beneficiou do golo marcado em Varsóvia.

Presente no sorteio de Nyon, calhou em sorte ao repescado Celtic o Maribor da Eslovénia, no “play off” de acesso à fase de grupos da “Champions”. Quanto ao FC Porto, calhou em sorte os franceses do Lille, terceiros classificados da última Liga gaulesa e que conta nas suas fileiras com o internacional português sub-19 Rony Lopes, por empréstimo do Manchester City.


No sorteio do “play off” da Liga europa, o Rio Ave foi colocado no caminho do Elfsborg, da Suécia, e o Nacional no do Dinamo de Minsk, da Bielorrússia.


A primeira mão dos “play off” da Liga dos Campeões decorrem a 19 e 20 de agosto, com os dragões a jogarem em França no segundo dia. A segunda mão será a 26 e 27 de agosto. Os da Liga Europa decorrem a 21 de agosto, com Rio Ave e Nacional também a jogar primeiro fora e uma semana depois em casa.