Última hora

Última hora

Estados Unidos bombardeiam posições do Estado Islâmico no Iraque

Em leitura:

Estados Unidos bombardeiam posições do Estado Islâmico no Iraque

Tamanho do texto Aa Aa

A aviação americana iniciou bombardeamentos das posições do Estado Islâmico no Iraque, uma operação que procura impedir a entrada dos extremistas em Erbil, capital do Curdistão iraquiano, e o genocídio da minoria yazidi.

Barack Obama ordenou ataques direccionados contra os combatentes islamistas, que controlam já várias cidades no Norte do Iraque, querem conquistar Erbil, e avançar até Bagdad.

Sob domínio dos jihadistas, estão as posições assinaladas a negro neste mapa.
Os rebeldes sunitas controlam Sinjar, bastião dos yazidis no noroeste do Iraque, ocuparam Qaraqosh, a maior cidade cristã do país, e estão próximo de Erbil. Tomaram ainda a barragem de Mossul, no rio Tigre, essencial para o abastecimento de água e electricidade de uma vasta região do país.

O chefe da diplomacia iraquiana, Mahmoud al-Zibari, sublinhou que esta não é uma guerra tradicional, contra um exército regular, pois os guerrilheiros atacam em pequenos grupos em ações relâmpago, por vezes sem permanecer nas posições atacadas.

Os extremistas do Estado Islâmico aplicam métodos brutais – desde a mutilação genital e violação de mulheres ao genocídio de minorias religiosas, especialmente cristãos e yazidis.

São liderados por Abu Bakr Al-Baghdadi, um fanático que se propôs estabelecer um califado transnacional regido pela sharia, que incluiria os territórios do Iraque, Síria e Líbano.