Última hora

Última hora

Turquia: candidatos já exerceram direito de voto

Em leitura:

Turquia: candidatos já exerceram direito de voto

Tamanho do texto Aa Aa

O até agora primeiro-ministro turco, Recep Tayyip Erdogan, foi o último dos candidatos às presidenciais turcas a exercer o direito de voto, em Istambul.

A julgar pelas sondagens, homem que assumiu na chefia do governo durante mais de uma década deve permanecer no poder, desta vez, como chefe de Estado.

Até mesmo Ekmeleddin Ihasanoglu, o principal adversário político na corrida às presidenciais já ter poucas ilusões sobre o resultado e uma das razões prende-se com a baixa taxa de participação registada até ao final da manhã.

A vários pontos de distância surge Selahattin Demitras, promessa política dos movimentos curdos. O objetivo do candidato não é vencer o escrutínio, mas recolher 10 por cento das intenções de voto
.
O período de férias afastou muitos eleitores das urnas. Os analistas acreditam, no entanto, que o vencedor vai ficar decidido já na primeira volta.

Se nenhum dos candidato conseguir cinquenta por cento dos votos, vai ser necessária uma segunda volta, agendada para 24 de agosto.