Última hora

Última hora

Iraque: O êxodo da comunidade yazidi

Em leitura:

Iraque: O êxodo da comunidade yazidi

Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de pessoas da comunidade yazidi para escapar à perseguição dos guerrilheiros do Estado Islâmico encetaram uma fuga desesperada para o território autónomo do Curdistão iraquiano.

Testemunhas referiram que os guerrilheiros do Estado Islâmico lhes deram a escolha entre a conversão ao islamismo ou a morte.

Vindas da Síria, após uma semana de fuga penosa, centenas de famílias atravessaram o rio Tigre em direção ao Curdistão iraquiano.

“Coloquei dois dos meus filhos num carro que nos veio buscar e fui procurar este, quando regressei o carro tinha partido. Viajei metade do caminho até aqui sozinha. Tenho três filhos. Este está comigo, mas perdi os outros. Desde então nunca mais os vi nem o meu marido”, disse uma refugiada.

Quando chegaram à Síria, os yazidis dirigiram-se para norte em direção a Derik, onde os curdos ergueram um campo de refugiados. Aí foi-lhes prestada assistência, antes de prosseguirem viagem, através da ponte de Semalka, de regresso ao Iraque.