Última hora

Última hora

FBI abre investigação ao polícia que matou afro-americano desarmado

Em leitura:

FBI abre investigação ao polícia que matou afro-americano desarmado

Tamanho do texto Aa Aa

O FBI, a Agência Federal de Investigação dos Estados Unidos, abriu um inquérito ao caso ocorrido sábado à tarde, no qual um polícia terá morto a tiro um afro-americano, de 18 anos, que estaria desarmado.

Testemunhas acusam o agente de ter tentado meter à força o jovem num carro patrulha, mas que este teria conseguido fugir, sendo alvejado várias vezes. Michael Brown, que esta semana – pelo que se conta – deveria entrar na universidade, estaria de mãos no ar quando foi atingido.

O pai da vítima pede justiça sem violência. “Se tiverem quaisquer informações, por favor digam-nos. Precisamos dos relatórios da polícia, precisamos de saber tudo, precisamos de qualquer coisa. Queremos isto resolvido. Vamos faze-lo como deve ser. Não quero mais violência. Nós não queremos qualquer tipo de violência. Ele não quereria nada disso”, afirmou Michael Brown Sénior.

O caso ocorreu em Ferguson, no Missouri, e espoletou uma revolta nos membros afro-americanos da comunidade local contra a ação policial, que acusam de ter sido meramente racista.

As autoridades tiveram de recorrer, inclusive, a gás lacrimogéneo para controlar os protestos mais agressivos.

A investigação aberta pelo FBI tem por base o eventual crime de violação de direitos civis por parte do agente da autoridade. O chefe da polícia local prometeu para esta terça-feira uma conferência de imprensa para falar sobre o sucedido.