Última hora

Em leitura:

Diplomacia internacional mobiliza-se para acudir à situação no Iraque


Iraque

Diplomacia internacional mobiliza-se para acudir à situação no Iraque

No Iraque aumenta o apoio internacional às forças que combatem os djihadistas do Estado Isâmico. As forças aéreas dos Estados Unidos realizaram 24 ataques aéreos contra os extermistas, e uma vintena de soldados terá efectuado esta quarta-feira uma missão de reconhecimento no monte Sinjar, com o objectivo de socorrer os refugiados Yezidis.

Os Estados Unidos mantêm porém que operações de combate no terreno continuam a estar fora de questão. “Está fora de questão reintroduzir no Iraque forças militares dos EUA a combater no terreno, mas há várias outras formas de podermos apoiar o resgate seguro das pessoas que estão naquela montanha”, sublinhou Ben Rhodes, o conselheiro adjunto para a segurança nacional de Barack Obama.

Os Estados Unidos estão também a dar apoio humanitário às minorias religiosas encurraladas no monte Sinjar, próximo da fronteira iraquiana.

Entretanto a França decidiu avançar para um envolvimento maior no conflito iraquiano. O presidente François Hollande anunciou na quarta-feira que Paris vai, nas próximas horas entregar armas aos curdos do Iraque, para reforçar a capacidade operacional das forças que combatem o Estado Islâmico.

“O presidente fancês decidiu hoje apoiar as forças que combatem o terrorismo no Iraque, em particular os Peshmergas curdos. Enviaremos ao Curdistão nas próximas horas armamento e munições, para apoiar as forças que combatem os terroristas”, disse Alain Guepratte, consul-geral da França no Curdistão.

Berlim repensa também o seu envolvimento. A Alemanha está pronta a alterar as suas políticas restritivas sobre as exportações de armas para apoiar os combatentes curdos que lutam com os guerrilheiros do Estado islâmico, declarou na quarta-feira o chefe da diplomaca alemã, Frank-Walter Steinmeier.

Na sexta-feira, os ministros dos negócios estrangeiros da União Europeia vão reunir de emergência para analisar a situação no Iraque.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

Onze feridos em descarrilamento de comboio nas montanhas da Suíça