Última hora

Última hora

Ébola deixa desalojadas dezenas de pessoas na Guiné-Conacri

Em leitura:

Ébola deixa desalojadas dezenas de pessoas na Guiné-Conacri

Tamanho do texto Aa Aa

O ébola está a criar novos sem-abrigo na Guiné-Conacri. As autoridades justificam a demolição de bairros de lata com a necessidade de travar a propagação do vírus. Um argumento contestado pelos moradores.

O estado de emergência de saúde pública já foi decretado no país, à semelhança do que aconteceu na Libéria, Nigéria e Serra Leoa.

O mais recente surto de ébola que já provocou mais de mil mortos deixa, agora, desalojadas dezenas de pessoas na Guiné-Conacri.

“O que nos estão a fazer não é correto. Não somos estrangeiros e não percebemos porque nos estão a fazer isto. Era melhor que deixassem morrer com ébola do que nos obrigarem a sair daqui” refere um jovem.

A doença ainda não tem cura. Face ao aumento do número de casos, a Organização Mundial de Saúde aprovou a utilização de tratamentos experimentais para travar o avanço do vírus

O soro já testado em dois pacientes norte-americanos e um espanhol vai ser, agora, administrado em dois médicos que contraíram o vírus na Libéria.

artigos relacionados:

Factos sobre o Ébola