Última hora

Em leitura:

Sanções contra a Rússia debatidas hoje em Bruxelas


mundo

Sanções contra a Rússia debatidas hoje em Bruxelas

Os ministros dos Negócios Estrangeiros da União Europeia estão reunidos em Bruxelas para debater nomeadamente a crise na Ucrânia. As sanções contra a Rússia e os efeitos secundários para a economia comunitária fazem parte da ordem do dia.

Ontem, os responsáveis pela agricultura dos Vinte e Oito discutiram já eventuais indemnizações aos produtores e agricultores afectados pelo bloqueio russo aos produtos alimentares europeus.

O primeiro-ministro húngaro criticou, esta sexta-feira, as sanções comerciais contra a Rússia. Viktor Orban disse que concorda com o homólogo eslovaco no facto de que “as sanções ocidentais e as medidas de resposta russas são mais nocivas [para os europeus], do que para os russos. Em política, é o que se chama de ‘dar um tiro no pé’”.

O chefe do governo eslovaco, Robert Fico, tinha afirmado que as sanções contra a Rússia representam um gesto “insignificante” que afetará as perspetivas de crescimento dos Vinte e Oito.

Hungria e Eslováquia não são os únicos Estados-membros com uma posição “dissidente”. O primeiro-ministro checo também defendeu a revisão das sanções europeias.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Ébola deixa desalojadas dezenas de pessoas na Guiné-Conacri