Última hora

Última hora

Brown: vídeo divulgado pela polícia divide norte-americanos

Em leitura:

Brown: vídeo divulgado pela polícia divide norte-americanos

Tamanho do texto Aa Aa

A polícia de Ferguson, no Estado do Missouri, divulgou um vídeo que está a gerar polémica nos Estados Unidos. Em causa o jovem nas imagens identificado como Michael Brown, o afro-americano abatido a tiro por um agente há uma semana.

O vídeo, alegadamente, captado antes de o jovem ter sido morto só, agora, foi divulgado.

O responsável da polícia de Ferguson admite que o vídeo está nas mãos das autoridades há já algum tempo, tempo que foi “utilizado para verificar o conteúdo e relevância das imagens.” Thomas Jackson, adianta, que qualquer outra pessoa, no lugar da que se vê nas imagens, teria sido acusada de roubo. Uma acusação que a polícia acrescenta, deixou cair por terra.

Para a comunidade negra a divulgação do vídeo serve, apenas, para semear confusão.
Amigos e familiares da vítima não confirmam a identidade do homem que aparece no vídeo a roubar.

Um primo de Michael Brown estranha que as imagens só, agora, tenham vindo a público. Eric Davis acredita que o objetivo da polícia é desviar a atenção das pessoas para o que verdadeiramente aconteceu. Mais, defende, que o se passou na loja nada tem a ver com a morte do primo e diz que não há garantias de que a pessoa nas imagens seja mesmo Michael Brown.

A última semana ficou marcada por manifestações e vigílias em várias cidades, entre elas Nova Iorque e Chicago. As mais violentas ocorreram em Ferguson, no Estado do Missouri, com pilhagem de lojas e disparos de armas de fogo.