Última hora

Última hora

Kerry, Clinton e Turquia terão sido espiados pela Alemanha

Em leitura:

Kerry, Clinton e Turquia terão sido espiados pela Alemanha

Tamanho do texto Aa Aa

John Kerry foi espiado pelos serviços secretos alemães, à semelhança de Hillary Clinton, quando ocupava a mesma função do atual secretário de Estado norte-americano.

A informação é avançada pelo diário Der Spiegel que, sem citar fontes, diz ainda que o governo germânico encarregou os serviços secretos de espiarem desde 2009 a Turquia, parceiro da Alemanha na NATO.

O jornal explica, no entanto, que o registo de conversas telefónicas de Kerry e Clinton foi “acidental”.

Wolfgang Bosbach, do comité de segurança do parlamento alemão, diz que “se realmente Clinton e Kerry foram vigiados por ‘acidente’, isso é diferente da atividade sistemática da Agência de Segurança Nacional [dos Estados Unidos]. No entanto, é uma ‘dádiva do céu’ para os norte-americanos, que vão dizer: ‘os alemães queixaram-se enormemente das nossas práticas de espionagem e fazem o mesmo’”.

Berlim não comentou oficialmente a notícia, que representa um enorme embaraço para o governo, que há um mês convidou o chefe da CIA na Alemanha a abandonar o país, depois de desmascarar dois alegados agentes germânicos que colaboravam com os serviços secretos norte-americanos. As relações entre os dois países são tensas desde a revelação da espionagem maciça efetuada pela NSA, que visou nomeadamente a chanceler alemã.