Última hora

Última hora

Alegações de espionagem inflamam relações entre Turquia e Alemanha

Em leitura:

Alegações de espionagem inflamam relações entre Turquia e Alemanha

Tamanho do texto Aa Aa

A Turquia convocou, esta segunda-feira, o embaixador alemão em Ancara para protestar contra as informações de que Berlim estaria a espiar altos responsáveis turcos desde há vários anos.

A informação avançada, no sábado, pela revista alemã Der Spiegel, levou o ministério dos Negócios Estrangeiros turco a exigir explicações de Berlim, o mais rapidamente possível.

O ministro da energia turco, Yaner Yildiz, reagiu em nome do governo, “estas alegações são inaceitáveis e vamos tomar todas medidas necessárias a nível legal. O ministério dos Negócios Estrangeiros está a trabalhar no tema. A Turquia é um estado de direito e vai responder no quadro da lei internacional e nacional”.

Segundo um documento obtido pela revista Spiegel, os serviços secretos alemães consideram a Turquia como um alvo prioritário desde há vários anos.

As revelações, que não foram ainda comentadas por Berlim, incluem igualmente a alegada espionagem de responsáveis da administração norte-americana.

O caso ameaça inflamar as relações com a Turquia, um dos principais parceiros económicos da Alemanha, depois da Chanceler Angela Merkel ter recentemente condenado, nos mesmos termos que Ancara, as alegadas escutas de Washington a Berlim.