Última hora

Última hora

Brasil: Mais de 100 mil pessoas no adeus a Eduardo Campos

Em leitura:

Brasil: Mais de 100 mil pessoas no adeus a Eduardo Campos

Tamanho do texto Aa Aa

Na cidade de Recife, cerca de 130.000 pessoas prestaram domingo homenagem a Eduardo Campos, candidato socialista às presidenciais de outubro, morto quarta-feira num acidente de aviação.

Uma fila de três quilómetros formou-se em frente à sede do governo local, onde decorreu o velório, na presença da mulher, Renata Campos, e dos filhos.

Às cerimónias fúnebres assistiram a presidente do Brasil, Dilma Rousseff, o anterior chefe de Estado Luiz Inácio Lula da Silva, e vários ministros.

Uma missa ao ar livre foi celebrada antes do funeral. Eduardo Campos ficou sepultado ao lado do avô, Miguel Arraes, um dos grandes políticos de esquerda do nordeste do Brasil.

Terceiro nas intenções de voto para as eleições presidenciais de 5 de outubro, Eduardo Campos deverá ser substituído pela ecologista Marina Silva que se apresentava ao seu lado para o cargo de vice-presidente.

Eduardo Campos, de 49 anos, morreu na queda de um “Cessna 560XL”, na quarta-feira numa zona residencial de Santos, no litoral do estado de São Paulo.

Todas as sete pessoas a bordo, incluindo os dois pilotos, morreram no acidente.