Última hora

Última hora

Papa diz que intervenção internacional no Iraque é "justificada" para "parar" agressões contra civis

Em leitura:

Papa diz que intervenção internacional no Iraque é "justificada" para "parar" agressões contra civis

Tamanho do texto Aa Aa

O Papa Francisco considera que uma intervenção das Nações Unidas no Iraque pode ser justificada para acabar com a agressão dos “jihadistas” contra civis, mas não deve ser uma única nação a decidir como atuar no conflito.

Questionado sobre os raides aéreos dos Estados Unidos contra os insurgentes do Estado Islâmico, o Sumo Pontífice disse que “nestes casos, onde existe uma agressão injusta é lícito parar o agressor injusto. Mas sublinho a palavra ‘parar’. Não digo bombardear, ou fazer a guerra, mas pará-lo”.

O Papa disse também estar “disponível” para se deslocar ao Iraque, “se for necessário”, para apoiar os refugiados cristãos do Curdistão.

O líder da Igreja Católica afirmou que “neste momento, não seria a melhor coisa a fazer”, mas frisou que está “disposto a fazê-lo”.

As declarações foram feitas aos jornalistas que acompanhavam o Papa no voo de regresso da Coreia do Sul, na conclusão de uma deslocação de cinco dias. Depois da primeira visita papal à Ásia dos últimos quinze anos, o Sumo Pontífice também se mostrou disposto a visitar a China, se o regime comunista o permitir.