Última hora

Última hora

Segunda noite de conflitos em Ferguson

Em leitura:

Segunda noite de conflitos em Ferguson

Tamanho do texto Aa Aa

Em Ferguson no estado do Missouri, nos Estados Unidos, a polícia usou gás lacrimogéneo para dispersar a agitação desta noite, no seguimento da morte de um adolescente negro num tiroteio fatal com a polícia. Este é o segundo dia de protestos nas ruas. Michael Brown, de 18 anos, estava desarmado e o relatório de uma autópsia preliminar constatou que foi baleado pelo menos seis vezes, incluindo duas na cabeça. A polícia diz ter recorrido ao gás já que alguns manifestantes estavam a tentar avançar sobre uma esquadra da polícia.

O Reverendo Al Sharpton, falou publicamente e diz tratar-se de um “momento decisivo” para os Estados Unidos no que toca aos direitos civis: “Ferguson e Michael Brown Júnior vão ser um momento de definição sobre a forma como o país lida com o policiamento e com os direitos dos cidadãos, de redefinir como a polícia se comporta neste país.”

Vive-se um clima de tensão no subúrbio de St Louis desde a semana passada. A morte deste adolescente aumentou as as tensões raciais entre a comunidade predominantemente negra e o Departamento da Polícia de Ferguson.