Última hora

Última hora

Enviado do Papa ao Iraque, o Cardeal Fernando Filoni regressou ao Vaticano, depois de visitar as minorias étnicas e religiosas deslocadas devido ao conflito.

Em leitura:

Enviado do Papa ao Iraque, o Cardeal Fernando Filoni regressou ao Vaticano, depois de visitar as minorias étnicas e religiosas deslocadas devido ao conflito.

Tamanho do texto Aa Aa

Em Arbil, o Cardeal conheceu alguns dos milhares de refugiados cristãos que fogem dos militantes islâmicos e diz que a situação da comunidade Yazidi é a mais preocupante: “São realmente pobres, neste momento provavelmente, os mais pobres. Porque, enquanto os cristãos, mesmo tendo mantido a sua fé e abandonado as suas casas, porque não querem pagar o imposto para ficar, não se quiseram converter e preferiram fugir… Pelo menos eles não foram ameaçados de morte”.

O testemunho de uma rapariga Yazidi desaparecida, que se acredita estar agora entre as várias pessoas que foram levadas à prostituição, emocionou-o profundamente. O Cardeal disse que essa rapariga conseguiu enviar uma mensagem e estava tão envergonhada que preferia morrer se algum dia o pai a pudesse voltar a ver.

A visita do cardeal deu ao Papa um testemunho directo sobre aqueles que sofrem no Iraque. No início desta semana o Papa Francisco defendeu que é urgente travar as agressões islâmicas.