Última hora

Última hora

Líder golpista nomeado primeiro-ministro na Tailândia

Em leitura:

Líder golpista nomeado primeiro-ministro na Tailândia

Tamanho do texto Aa Aa

O líder do golpe de estado de maio na Tailândia foi nomeado primeiro-ministro do país, por um parlamento escolhido a dedo pela junta militar.

O general Prayuth Chan-ocha recolheu 191 votos a favor, três abstenções e nenhum voto contra, numa assembleia constituída por uma maioria de militares, entre os quais se encontram os irmãos de Chan-ocha e de outro líder golpista.

O voto precede a nomeação de um novo governo interino em setembro que deverá levar a cabo reformas políticas antes das próximas eleições previstas para o final de 2015.

Um processo criticado pela comunidade internacional que exige eleições imediatas depois do 12o golpe militar no país, em maio, ter posto fim ao governo de Yingluck Shinawatra, irmã do primeiro-ministro derrubado em 2006 pelo exército.

Os golpistas, que deverão assumir vários cargos chave no novo governo, afirmam querer instituir uma “democracia legítima” no país, quando as vozes críticas denunciam uma “purga” aos apoiantes de Shinawatra, eternos rivais dos meios mais tradicionalistas, próximos da monarquia e dos militares.