Última hora

Última hora

A derradeira homenagem a Albert Ebossé

Em leitura:

A derradeira homenagem a Albert Ebossé

Tamanho do texto Aa Aa

O futebol é um jogo de emoções fortes e se pode proporcionar momentos de alegria incomparável, por vezes sucede precisamente o contrário. Que o diga a cidade de Tizi Ouzou, na Argélia, que chora a morte de Albert Ebossé.

O atacante camaronês, de 24 anos, morreu este sábado horas após a derrota da sua equipa, o JS Kabylie, depois de ter sido atingido por uma pedra atirada das bancadas enquanto abandonava as quatro linhas.

A Federação Argelina de Futebol reagiu duramente contra os hooligans que perpetuam a violência nos estádios e suspendeu todos os jogos do próximo fim de semana, atribuindo ainda uma indemnização de 90 noventa mil euros à família da vítima.

Também o clube já anunciou que os salários do falecido serão pagos integralmente à sua família até ao final do contrato.