Última hora

Última hora

EUA: O último adeus a Michael Brown

Em leitura:

EUA: O último adeus a Michael Brown

Tamanho do texto Aa Aa

Foi um adeus emocionado a Michael Brown. O jovem, de 18 anos, morto por um agente da polícia norte-americana, no passado dia 9. Centenas de pessoas assistiram à cerimónia, na igreja Batista de St. Louis, no Missouri. A cerimónia durou mais de uma hora e foram várias as pessoas que quiseram deixar o seu testemunho entre elas amigos do jovem mas também personalidades como o controverso representante da igreja Batista e político Al Sharpton. O homem que em 2004, foi candidato à nomeação democrata, para a eleição presidencial norte-americana, garantiu que será feita justiça. Também estiveram presentes Martin Luther King Jr. III, o realizador de cinema Spike Lee e três representantes da Casa Branca.

O FBI tem mais de 40 agentes no terreno a investigar a morte de Michael Brown. Um júri, representativo da população do condado de St. Louis, onde 70% da população é branca, está a decidir se há provas suficientes para acusar o agente que alvejou o jovem.