Última hora

Última hora

Kelmendi e Ebinuma confirmam favoritismo, Diogo César foi nono

Em leitura:

Kelmendi e Ebinuma confirmam favoritismo, Diogo César foi nono

Tamanho do texto Aa Aa

O segundo dia dos Campeonatos do Mundo de judo, que decorrem na cidade russa de Chelyabinsk, ficou marcado pela vitória de Majlinda Kelmendi nos -52kg.

A judoca do Kosovo revalidou o título conquistado o ano passado no Rio de Janeiro. Um waza-ari e um yuko foram suficientes para levar de vencida a romena Andreea Chitu no combate decisivo.

Na luta pela medalha de bronze, a brasileira Érika Miranda impôs-se à cubana Yanet Bermoy e mostrou que será um nome a ter em conta nos Jogos Olímpicos do Rio.

A segunda medalha de bronze foi para Natalia Kuzyutina, que aproveitou o fator casa para derrotar a chinesa Yingnan Ma.

Joana Ramos foi eliminada logo no primeiro combate pela ucraniana Oleksandra Starkova.

Nos homens, Masashi Ebinuma venceu o terceiro título consecutivo nos -66kg. O japonês de 24 anos precisou de apenas um minuto e 52 segundos no tatami para se superiorizar ao russo Mikhail Pulyaev por ippon e garantir a segunda medalha de ouro para o Japão em dois dias.

Na luta pelo bronze, Kamal Khan-Magomedov levou de vencida o francês Loic Korval enquanto o ucraniano Georgii Zantaraia, campeão do mundo em 2009, confirmou o seu favoritismo frente ao japonês Kengo Takaichi.

Diogo César venceu os dois primeiros combates mas caiu no terceiro frente ao finalista vencido Pulyaev. Terminou na nona posição. Sergiu Oleinic foi derrotado logo no primeiro combate.