Última hora

Em leitura:

Mais um Emmy para Breaking bad


cinema

Mais um Emmy para Breaking bad

Em parceria com

“Breaking bad” continua a acumular prémios e distinções apesar de ter terminado em 2013. A série de ficção criada por Vince Gilligan voltou a ser grande vencedora dos prémios Emmy este ano, destronando, “A guerra dos Tronos”.

O protagonista Bryan Cranston foi recompensado com o Emmy para melhor ator, batendo a superestrela Mathew McConaughey, nomeado pelo papel em “True Detective”.

Cranston reagiu à vitória com humor.

“Eu próprio pensei em votar no Mattew. A minha própria família dizia que eu era um falhado! A minha própria família!”, comentou o ator norte-americano.

“Uma família muito moderna” venceu pela quinta vez o prémio para melhor série de comédia. Ty Burrell venceu o prémio para melhor ator de comédia.

Julianna Margulies venceu o Emmy para melhor atriz pelo papel na série The Good Wife”.

“Muito obrigada, são tempos maravilhosos para as mulheres na televisão”, disse a atriz.

“The good wife” segue a vida de uma mulher cujo marido foi preso após um escândalo envolvendo sexo e corrupção.

A série inspira-se em vários escândalos que envolveram políticos norte-americanos como Eliot Spitzer, John Edwards e Bill Clinton.

Este ano a cerimónia dos prémios Emmy prestou homenagem a Robin Williams. O tributo ficou a cargo do amigo de longa data Billy Crystal.

O ator de 63 anos foi encontrado morto em casa, a 11 de agosto. Segundo a polícia tratou-se de um suicídio por enforcamento. Ao longo da carreira, o protagonista de “Bom dia Vietname” participou em cerca de setenta filmes, tendo ganho cinco Globos de ouro.

Os nossos destaques

Artigo seguinte

cinema

Festival de Cinema de Sarajevo celebra 20 anos