Última hora

Última hora

Obama já terá dado luz verde a voos de reconhecimento das posições do Estado Islâmico na Síria

Em leitura:

Obama já terá dado luz verde a voos de reconhecimento das posições do Estado Islâmico na Síria

Tamanho do texto Aa Aa

Barack Obama deu este fim de semana luz verde ao inicio de voos de reconhecimento sobre a Síria, um primeiro passo tendo em vista eventuais ataques aéreos contra os extremistas do Estado Islâmico. A informação é avançada pelo New York Times e a CNN, que citam fontes militares norte-americanas. A Agência Associated Press vai mais longe, afirmando que a vigilância aérea já está em curso.

A decapitação do jornalista James Foley parece ter sido um ponto de viragem no combate aos radicais islâmicos e já conseguiu aproximar o regime de Damasco dos Estados Unidos. Pouco depois de o mundo ter visto as imagens da atrocidade, o chefe de Estado-Maior das forças armadas norte-americanas admitia que “não” é possível “derrotar” o Estado Islâmico sem uma intervenção nas bases que os extremistas têm na Síria. Martin Dempsey realçou contudo que o Estado Islâmico “só será verdadeiramente derrotado quando for rejeitado pelos 20 milhões sunitas marginalizados que (…) vivem entre Damasco e Bagdade”.

Sinal da preocupação que o avanço do Estado Islâmico está a levantar, a Síria – que sabe do apoio norte-americano aos rebeldes que tentam derrubar Bashar al-Assad – admitiu esta semana, pela primeira vez, autorizar ataques aéreos norte-americanos ou britânicos contra as posições dos extremistas dentro do território sírio.