Última hora

Última hora

Telavive e Hebron celebram cessar-fogo

Em leitura:

Telavive e Hebron celebram cessar-fogo

Tamanho do texto Aa Aa

Para lá das incertezas, para israelitas e palestinianos, este é um momento de celebração. Em Telavive, ainda que alguns levantem questões, o importante é o que o cessar-fogo pode representar:

“Eu acho que o cessar-fogo é muito, muito bom para mim, para o povo de Israel. Eu quero voltar à vida normal. Não quero ir para os abrigos. Quero recomeçar a trabalhar. Por isso acho que é muito bom”, desabafa Avi Algam, morador desta localidade. Um outro residente, Gadi Feti, pensa de forma diferente:

“Tenho medo que essas células terroristas usem este tempo para conseguir mais armas e prepararem-se para o próximo ataque, como fizeram nos últimos anos.”

Do lado da Palestina, em Hebron, celebrou-se também o cessar-fogo mas aqui o pensamento é diferente:

“Estamos aqui para demonstrar apoio à resistência. Temos visto que a maioria dos líderes árabes têm agido contra a resistência e contra o povo da Palestina, por isso dizemos: enquanto houver uma criança ou um homem de pé o apoio à resistência continuará, até ao nosso último suspiro”, afirma Abu Mohammed, residente desta cidade.

Apesar dos discursos de vitória não há um vencedor claro neste conflito. Principalmente quando o resultado é uma região, totalmente, devastada e mais de dois milhares de mortos.