Última hora

Última hora

Ucranianos não acreditam num acordo com a Rússia

Em leitura:

Ucranianos não acreditam num acordo com a Rússia

Tamanho do texto Aa Aa

Nas ruas de Kiev, poucos acreditam que a Rússia possa ajudar a por fim ao conflito no leste da Ucrânia.

O encontro entre o chefe de Estado ucraniano e o homólogo russo, em Minsk, defraudou as expectativas dos menos céticos já que a reunião ficou marcada pelas perdas económicas da Rússia e não pela guerra que já provocou cerca de 2500 mortos.

“Os separatistas estão a receber armas dos russos. Estão a combater com o apoio de Moscovo. Não me parece, por isso, que seja possível chegar a um acordo com a Rússia, um país que no Memorando de Budapeste se comprometeu a respeitar a independência e a soberania territorial da Ucrânia” refere uma ucraniana.

“Não creio que Vladimir Putin venha a mudar de atitude e o facto da guerra no leste do país continuar é uma prova disso” acrescenta um ucraniano.

Em termos práticos, do encontro em Minsk, saiu apenas a decisão de criar uma comissão para estudar o eventual encerramento da fronteira russo-ucraniana.

Euronews: “Para os ucranianos nada justifica o aumento da pressão militar depois das discussões na cimeira de Minsk. A desejada solução política para acabar com o conflito parece para já distante dada a situação no terreno.”