Última hora

Última hora

Agbegnenou e Tchrikishvili transformam prata em ouro

Em leitura:

Agbegnenou e Tchrikishvili transformam prata em ouro

Tamanho do texto Aa Aa

Clarisse Agbegnenou vingou a derrota sofrita frente a Yarden Gerbi na final dos -63kg no Campeonato do Mundo do ano passado, no Rio de Janeiro.

Em Chelyabinsk, a francesa esteve irrepreensível e precisou de apenas um minuto e 35 segundos sobre o tatami para vencer por ippon a israelita que tinha deixado pelo caminho Ana Cachola logo no primeiro combate da algarvia.

Na luta pelas medalhas de bronze, Miku Tashiro subiu ao pódio num campeonato do mundo pela primeira vez na carreira. A japonesa derrotou a italiana Edwige Gwend por ippon.

A segunda medalha de bronze foi conquistada por Tina Trstenjak. A eslovena de 24 anos levou de vencida Anne Laure Bellard por waza-ari e melhorou o quinto lugar alcançado o ano passado no Rio de Janeiro.

Também Avtandil Tchrikishvili teve mais motivos para sorrir que no Brasil. O judoca da Geórgia, que então tinha sido derrotado na final dos -81kg, desta vez garantiu a medalha de ouro com uma vitória por waza-ari sobre o canadiano Antoine Valois-Fortier.

Loïc Pietri, campeão do mundo em título, desta vez ficou-se pelo lugar mais baixo do pódio. Garantiu o bronze à custa do japonês Takanori Nagase.

A segunda medalha de bronze foi arrebatada pelo russo Ivan Nifontov, que deu uma alegria aos adeptos da casa ao impor-se ao francês Alain Schmitt.

Carlos Luz foi eliminado ao cabo do terceiro combate, Diogo Lima ficou-se pelo segundo.