Última hora

Última hora

Estado Islâmico diz ter executado 200 militares sírios

Em leitura:

Estado Islâmico diz ter executado 200 militares sírios

Tamanho do texto Aa Aa

Dezenas de soldados sírios terão sido executados por fundamentalistas do Estado Islâmico.

O Observatório Sírio para os Direitos Humanos fala em dezenas, os radicais que colocaram as imagens a circular na internet, em 200.

Os homens fugiram da base aérea de Tabqa tomada de assalto, este domingo, pelos extremistas mas acabaram por ser capturados pouco depois.

No norte Iraque, os rebeldes fizeram explodir, esta quinta-feira, três refinarias.

O xeque saudita Abdel Aziz al-Cheikh lançou, entretanto, um apelo aos jovens para que não se deixem influenciar pelos radicais do Estado Islâmico, que designa como os maiores inimigos do Islão.

Vários países já se comprometeram a enviar armas para as forças curdas que combatem os extremistas. É o caso da Albânia que já confirmou a entrega do primeiro carregamento.

Desde há duas semanas, os Estados Unidos estão, também, a bombardear posições dos radicais no norte do Iraque e, pontualmente, na Síria.

Fugir é para já a única alternativa para milhares de pessoas de diferentes minorias religiosas. Muitas conseguiram abrigo neste campo de refugiados na cidade de Khanaqin, a cerca de 140 quilómetros de Bagdade.