Última hora

Em leitura:

Suíça: Novas sanções à Rússia


economia

Suíça: Novas sanções à Rússia

A Suíça reforça as sanções à Rússia. O governo helvético, que em março decidiu não aderir às medidas europeias, quer agora evitar que Moscovo se sirva do seu território para contornar as sanções da União Europeia e dos Estados Unidos.

Entre as várias medidas, a Confederação helvética juntou 11 nomes à lista de pessoas e empresas com as quais não é possível fazer negócios. E as relações existentes têm de ser aprovadas.

Berna impõe também a necessidade de autorização para operações financeiras, como a emissão de dívida a longo prazo, por parte de cinco bancos russos. Trata-se do Sberbank, VTB Bank, Gazprombank, Vnesheconombank e o Rosselkhozbank, que integram também a lista europeia. O objetivo é cortar o acesso ao mercado de capitais, à semelhança do que já foi feito por Bruxelas e Washington.

Face ao comunicado do governo helvético, a bolsa de Moscovo registou uma forte queda.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

economia

Os custos da guerra