Última hora

Última hora

Cimeira dos "28" em Bruxelas com sucessões e sangue na agenda

Em leitura:

Cimeira dos "28" em Bruxelas com sucessões e sangue na agenda

Tamanho do texto Aa Aa

O conflito da Ucrânia, o avanço do terrorismo do proclamado Estado Islâmico no Iraque e na Síria, mas sobretudo as saídas de cena de Herman van Rompuy, de 66 anos, Catherine Ashton, de 58, e Jeroen Dijsselbloem, de 48, são os principais pontos na agenda da cimeira da União Europeia marcada par o final deste sábado em Bruxelas, na Bélgica.

A Alta Representante da União Europeia para os Negócios Estrangeiros vai passar a pasta da diplomacia dos “28” e um dos nomes mais falados para a assumir é o da italiana Federica Mogherini, de 41 anos.

Outra pasta que vai mudar de mãos é a de Presidente do Conselho Europeu, actualmente na posse do belga Herman van Rompuy, o anfitrião desta cimeira. Um dos nomes apontados ao lugar é o do primeiro-ministro polaco Donald Tusk, mas também o antigo chefe de Governo da Letónia, Valdis Dombrovskis foi falado.

Aconteça o que acontecer, nesta cimeira Van Rompuy estará ainda em funções, numa reunião que contará, claro, com o ainda presidente da Comissão Europeia, o português Durão Barroso, e, entre outros, a Chanceler alemã Angela Merkel, o primeiro-ministro britânico David Cameron, o Presidente francês François Hollande e o primeiro-ministro italiano Matteo Renzi, que encabeça a actual presidência rotativa da União Europeia.

O conflito na Ucrânia, com o eventual agravar de sanções à Rússia, e a ameaça terrorista do Estado Islâmico no Iraque e na Síria também vão estar em discussão nesta cimeira, em Bruxelas.