Última hora

Última hora

Paquistão: 24 horas para encontrar solução para crise

Em leitura:

Paquistão: 24 horas para encontrar solução para crise

Tamanho do texto Aa Aa

Os líderes da oposição paquistanesa aceitaram a mediação do exército para negociarem com o governo o fim dos protestos e a exigência da demissão do primeiro-ministro, acusado de fraude eleitoral.

As forças armadas deram 24 horas para ser encontrada uma solução para a crise.

“Quero agradecer ao chefe do exército e ao exército do Paquistão, enquanto instituição, por terem vindo ao encontro de uma solução pacífica para esta crise”, disse o clérigo Tahir Ul-Qadri.

Tahir Ul-Qadri e Imran Khan saudaram a mediação após o impasse registado com a recusa de Nawaz Sharif se demitir e a permanência de manifestantes perto da “zona vermelha”, onde se situa a residência oficial do primeiro-ministro e várias embaixadas.

“Se Deus quiser, amanhã será um dia de festa ou de um novo rumo para este movimento”, afirmou Imran Khan.

A eleição de Sharif no ano passado foi a primeira transição de governo democrática na história do país.