Última hora

Última hora

Ucrânia: Mariupol prepara-se para resistir aos tanques russos

Em leitura:

Ucrânia: Mariupol prepara-se para resistir aos tanques russos

Tamanho do texto Aa Aa

Na Ucrânia, habitantes de Mariupol preparam-se para resistir aos tanques russos que apoiam os rebeldes separatistas e avançam para aquela cidade.

“Sou jornalista, mas antes de tudo sou habitante de Mariupol. Ontem estive aqui a filmar as pessoas a trabalhar. Hoje estou cá para ajudar, porque sei que mais ninguém, senão nós, defenderá a nossa cidade”, disse Tatyana
Ignatchenko.

Os confrontos intensificaram-se nos arredores da pequena cidade de Ilovaysk e mais para sul ao longo da costa do Mar de Azov.
Agora os separatistas ameaçam Mariupol uma cidade portuária chave.

Segundo Kiev, a contraofensiva dos rebeldes, que estiveram perto do colapso, deve-se à chegada de colunas de blindados e soldados russos enviados por Vladimir Putin.

“Os tanques russos entraram em Novosvitlivka e destruíram praticamente todas as casas. Segundo peritos, é o estilo que o exército russo aplicou na Chechénia, em que destruíam todas as casas onde suspeitavam que houvesse inimigos”, afirmou Andriy Lysenko, porta-voz do Conselho Nacional Ucraniano de Segurança e Defesa.

Um alto funcionário das Nações Unidas revelou sexta-feira que já morreram cerca de 2.600 civis, soldados ucranianos e rebeldes no conflito que está na origem da maior crise entre a Rússia e os países ocidentais desde o fim da guerra fria.