Última hora

Última hora

Britânicos suspeitos de terrorismo podem ver passaportes confiscados

Em leitura:

Britânicos suspeitos de terrorismo podem ver passaportes confiscados

Tamanho do texto Aa Aa

O Reino Unido vai endurecer as leis de combate ao terrorismo.

As medidas anunciadas por David Cameron no Parlamento têm dois objetivos: evitar que cidadãos britânicos com ligações a grupos radicais viajem para o estrangeiro e atuar contra os que se encontram no país.

Confiscar os passaportes a pessoas suspeitas de terrorismo é uma das ideias, mas não é a única. Em cima da mesa estão, também, medidas de caráter preventivo que podem limitar a liberdade de movimento, como aconteceu no passado.

Já as companhias aéreas podem ser obrigadas a fornecer a lista de passageiros às autoridades britânicas com maior tempo de antecedência, de modo a que os presumíveis terroristas possam ser identificados.

Medidas anunciadas dois dias depois de o Reino Unido ter aumentado o nível de ameaça terrorista para o segundo mais elevado numa escala cinco.

Em causa a situação na Síria e no Iraque e a recente execução de James Foley, o jornalista norte-americano decapitado por um radical com sotaque britânico.