Última hora

Última hora

Afeganistão: Candidatos às presidenciais sem acordo

Em leitura:

Afeganistão: Candidatos às presidenciais sem acordo

Tamanho do texto Aa Aa

A instabilidade política no Afeganistão ameaça a Cimeira da NATO que decorre esta semana, em Gales, no Reino Unido.

Os dois candidatos às presidenciais afegãs, Abdullah Abdullah e Ashraf Ghani, retiraram os observadores da comissão supervisionada pelas Nações Unidas que está a fazer recontagem dos votos.

Um partidário de Abdullah Abdullah, Mohammad Mohaqeq, afirma que “o processo político está num impasse e, se continuar assim, não se vê nenhuma saída.”

Em agosto, durante uma visita do secretário de Estado norte-americano, John Kerry, os dois candidatos comprometeram-se a trabalhar juntos independentemente do vencedor da segunda volta das eleições de 14 de junho, submetida atualmente a uma auditoria após denúncias de fraude.

Os peritos internacionais estimam que, cerca de dois milhões dos votos de Ashraf Ghani, sejam fraudulentos, e o mesmo acontece com 800 mil dos que foram colocados nas urnas a favor de Abdullah.