Última hora

Última hora

Amnistia Internacional alerta para limpeza étnica no Iraque

Em leitura:

Amnistia Internacional alerta para limpeza étnica no Iraque

Tamanho do texto Aa Aa

A Amnistia Internacional alerta que o grupo armado “Estado Islâmico” está a proceder a uma limpeza étnica no norte do Iraque.

De acordo com um relatório da organização, publicado terça-feira, estão a verificar-se vários crimes de guerra na região, como execuções em massa de membros de minorias étnicas e religiosas.

A situação humanitária no Iraque preocupa a comunidade internacional. O Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas vai enviar uma missão ao país para investigar as violações cometidas pelo Estado Islâmico do Iraque e do Levante e, identificar os responsáveis ​​pelos crimes, com vista a levá-los à justiça.

“As atividades terroristas do Estado Islâmico são inaceitáveis à luz dos direitos humanos internacionais e da lei humanitária internacional”, afirma o secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon.

Mais de 1 400 pessoas foram mortas e mais de 1 300 feridas em combates e outros incidentes violentos em agosto no Iraque. Um balanço feito pela missão da ONU em Bagdade (UNAMI).

Combatentes do Estado Islâmico tomaram o controlo de vastas zonas no norte do pais, fazendo recuar as forças curdas e forçando milhares de pessoas a fugir.

Os “jihadistas’” raptaram e recrutaram, ainda, crianças como combatentes.