Última hora

Última hora

Kiev acusa Moscovo de reforçar posições militares no leste da Ucrânia

Em leitura:

Kiev acusa Moscovo de reforçar posições militares no leste da Ucrânia

Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades ucranianas acusam a Rússia de estar a reforçar a posição das tropas russas no leste da Ucrânia e de estar a servir-se de comboios de ajuda para contrabandear armas para as forças separatistas.

O exército ucraniano tem conseguido manter o controlo do aeroporto de Donetsk, um dia após ter sido obrigado a ceder aos rebeldes o controlo do aeroporto de Luhansk.

O porta-voz militar ucraniano, Andriy Lysenko, informou que tinham sido identificadas unidades de tropas russas no grande centro regional de Donetsk, perto do mar de Azov.

Kiev culpa a intervenção militar de Moscovo pela perda da cidade de Novoazovsk, que pode abrir o caminho aos rebeldes para avançarem sobre o principal porto da cidade de Mariupol.

O governador da região de Donetsk afirma que há evidências da presença russa no leste da Ucrânia e avisa que têm menos de um mês para negociar uma solução e para evitar uma guerra em grande escala.

“Um volume enorme de armas, infelizmente, atravessou a fronteira russa. Eles transportam-nas para a Ucrânia para trazer a morte, a destruição e para tentarem anexar parte do território ucraniano”, afirma Serhiy Taruta.

A Ucrânia a Europa e os Estados Unidos acusam a Rússia de intervir militarmente no conflito do país vizinho. Moscovo nega todas a acusações.