Última hora

Última hora

França aposta na continuidade, Espanha obrigada a renovação

Em leitura:

França aposta na continuidade, Espanha obrigada a renovação

Tamanho do texto Aa Aa

As boas indicações dadas pelos jogadores mais jovens no Campeonato do Mundo foram mais que suficientes para Didier Deschamps pelo que não haverá nenhuma revolução francesa na equipa nacional a dois anos de receberem o Campeonato da Europa.

Os problemáticos Franck Ribéry e Samir Nasri já estiveram ausentes no mundial e não voltarão mais, o futuro está nos pés de Raphaël Varane, Paul Pogba e Antoine Griezmann.

A França recebe a Espanha esta quarta-feira e nos espanhóis, sim, é tempo de renovação. Cinco dos jogadores nunca representaram La Roja e outros tantos têm menos de cinco internacionalizações.

Xavi, Xabi Alonso e David Villa pertencem ao passado, ainda assim não falta experiência na equipa a começar pelo capitão, Iker Casillas, que pode estar bem longe dos seus melhores tempos mas continua a ter lugar cativo para Vicente del Bosque.

Na Itália, a principal novidade está no banco de suplentes com a estreia de Antonio Conte. Mario Balotelli e Andrea Pirlo ficaram fora da convocatória para o amigável frente à Holanda esta quarta-feira em Bari mas nem por isso foram riscados pelo antigo treinador da Juventus.

Na laranja mecânica também estará uma cara nova no banco de suplentes, o regressado Guus Hiddink.