Última hora

Última hora

Confissões de Valérie Trierweiler sobre o Presidente francês esta quinta-feira nas livrarias

Em leitura:

Confissões de Valérie Trierweiler sobre o Presidente francês esta quinta-feira nas livrarias

Tamanho do texto Aa Aa

Vai longe o tempo dos sorrisos entre Valérie Trierweiler e François Hollande. E hoje, o Chefe de Estado francês tem menos motivos ainda para sorrir, porque chega às livrarias o livro da sua ex-companheira. Uma obra que põe em causa a imagem de Hollande.

Na obra, a jornalista política da revista Paris Match, fala dos seus 18 meses enquanto primeira-dama de França e François Hollande não fica nada bem na fotografia:

“No livro há reflexões e piadas, ok tem humor, mas vai marcar, lamentavelmente, a sua imagem e é uma pena.

Talvez a Valérie não devesse ter dito este tipo de coisas. Mas, obviamente, que ela quis dizer a verdade e, conhecendo-a, sei que ela diz sempre a verdade”, explica Catherine Schwaab, editora-chefe da Paris Match.

Uma bomba, que pode continuar a destruir a credibilidade de Hollande, o Presidente considerado o mais impopular de sempre em França.

Ainda assim há quem não dê importância à questão. Como um estrangeiro que diz que “os franceses têm outras coisas em que pensar, no trabalho, no poder de compra, nas crianças.” E que “o resto é para fazer passar o tempo.”

A “Paris Match” publicou excertos da obra que retrata o Chefe de Estado como calculista e frio, nas suas relações pessoais, como não respeitando os franceses e dedicando-se, maioritariamente, à sua vida sentimental.