Última hora

Última hora

Executivo japonês entra em funções

Em leitura:

Executivo japonês entra em funções

Tamanho do texto Aa Aa

Já entrou em funções o novo executivo japonês composto, por quase, um terço de mulheres, como parte do relançamento económico, o Abenomics do Primeiro-ministro Shinzo Abe.

Depois de uma crise e de muitas críticas o chefe do executivo remodelou o governo. Na linha da frente dos críticos está a Primeira-dama japonesa, Akie Abe, que faz, aquilo a que alguns chamam de “oposição doméstica”, considerando que se deve cortar gastos desnecessários e impulsionar a economia, em vez de se tomarem outras medidas, ainda assim há quem não esqueça de onde ela vem:

“Não me parece que compreendam que as pessoas estão, realmente, a sofrer. Nem ela, mesmo tendo filhos, porque os pais dela são políticos e não vai entender o sentimento de uma família normal, com filhos e sem dinheiro”, adianta Yuriko Nozaki.

“Eles insistem no Abenomics isto, o Abenomics aquilo, mas eu acho que isso ainda não chegou ao comum do mortal. É verdade que os salários mais baixos estão a subir mas os impostos também”, afirma Yuichi Takenouchie.

Depois de um período de grande popularidade Shinzo Abe não conseguiu “aguentar o barco” e a estabilidade deu origem a uma fraca recuperação económica nos últimos meses.