Última hora

Última hora

Pentágono confirma morte do líder do grupo radical islâmico na Somália

Em leitura:

Pentágono confirma morte do líder do grupo radical islâmico na Somália

Tamanho do texto Aa Aa

O Pentágono e as autoridades somalis confirmaram a morte do líder do grupo radical islâmico Al-Shabaab.
A informação já tinha sido avançada durante esta semana, mas só agora foi confirmada oficialmente. Ahmed Godane foi morto por um ataque aéreo americano na Somália na segunda-feira.

A morte do fundador do grupo extremista é considerada pelos especialistas e pelas autoridades como uma importante perda simbólica e operacional. Abdi Aynte, diretor executivo do Instituto de Estudos Políticos Heritage, acredita que “vamos assistir a uma batalha pela liderança da organização. E é pouco provável que a al-Shabaab se mantenha intacta e tão coesa depois da morte de Godane uma vez que era uma figura central na organização.”

O Al-Shabab é um grupo islamita somali com ligações à al-Qaeda…que tentava implantar a lei islâmica no país. Em setembro no ano passado, esta organização reivindicou o ataque a um centro comercial em Nairobi, no Quénia, onde morreram 70 pessoas e 200 ficaram feridas.