Última hora

Última hora

Ucrânia :Acordo de paz em risco

Em leitura:

Ucrânia :Acordo de paz em risco

Tamanho do texto Aa Aa

Apesar de se acusarem mutuamente, Kiev e os rebeldes pró-russos continuam as violações do acordo de paz para o leste da Ucrânia.

Este domingo nos arredores do aeroporto de Donetsk, controlado pelo exército desde maio, foram registadas fortes explosões.

Na aldeia de Spartak, a norte daquela cidade, duas casas foram destruídas por fogo supostamente disparado pelo exército durante confrontos com os rebeldes.

“Não sei. Não sei porque isto está a acontecer, mas não há cessar-fogo e provavelmente nunca haverá”, disse uma habitante.

“Tem de haver uma trégua, mas eles respeitam-na? Nunca nos darão a paz. Não tenho palavras para este governo. Não sei o que lhes chamar. Bárbaros”, afirmou outra.

Com mediação da Rússia e da Organização para a Segurança e Cooperação da Europa, representantes da Ucrânia e dos rebeldes pró-russos assinaram, sexta-feira em Minsk, um acordo para o cessar-fogo no leste do país e terminar com o derramamento de sangue que dura há quatro meses.

Contudo, este domingo de madrugada uma mulher foi abatida em Mariupol, tornando-se a primeira vítima mortal desde o cessar-fogo.

Mariupol é uma cidade estratégica situada nas margens do Mar de Azov, pelo que o seu controlo representaria a ligação da fronteira russa à península da Crimeia, anexada pela Rússia em março.