Última hora

Última hora

Apple: Analistas divididos e fãs convencidos

Em leitura:

Apple: Analistas divididos e fãs convencidos

Tamanho do texto Aa Aa

A Apple abre um novo capítulo da sua história. A empresa quis mostrar que não perdeu a sua capacidade de inovação, com novos iPhone 6 mas, sobretudo, com o sistema de pagamento digital e do relógio Apple.

Em termos do iPhone 6 Plus, com um ecrã de 14 centímetros em diagonal, a Apple tem alguns anos de atraso face aos rivais. Mas o analista Bob O’Donnell defende: “Haverá um grande número dos utilizadores do iPhone vão mudar para o iPhone 6, porque têm visto os amigos com telemóveis Androids maiores e querem também ecrãs maiores. Penso que haverá um verdadeiro crescimento e que a Apple vai recuperar quota de mercado ao Android graças ao iPhone 6”.

A Apple lança-se em segmentos com forte potencial lucrativo. Por exemplol, o sistema de pagamento digital. Membros do setor bancário já se mostram preocupados, devido à concorrência.

E o apetite é grande também pelos relógios inteligentes, como o Apple Watch. O preço a partir de 349 dólares e o uso apenas com o iPhone são, segundo os analistas, eventuais travões às vendas.

As ações Apple estiveram a subir quase 5%, mas acabaram por fechar em alta ligeira (0,38%).

Convencidos estão os fãs.

No Japão, já há pessoas à espera de reservar o iPhone6. Este estará à venda a 19 de setembro em nove países.

Em Portugal, pré-encomendas só a partir de dia 26 de setembro.