Última hora

Última hora

Escócia: Westminster em pânico

Em leitura:

Escócia: Westminster em pânico

Tamanho do texto Aa Aa

É o tudo por tudo para evitar perder a Escócia. O chefe de governo britânico chegou, hoje, a Edimburgo com uma missão: convencer os escoceses a dizer não à independência do Reino Unido.

A tarefa é árdua, mas David Cameron não está sozinho. Acompanhar o primeiro-ministro está o vice-presidente do Executivo, Nick Clegg e o líder do Partido Trabalhista, na oposição, Ed Miliband.

Dentro de oito dias, os escoceses decidem se vão continuar a fazer parte do Reino Unido. A vitória do não dada, inicialmente, como garantida tem vindo a perder terreno e as últimas sondagens dizem, agora, que está tudo em aberto.

A imprensa britânica admite que a saída da Escócia possa levar à queda de David Cameron.