Última hora

Última hora

Milhares ainda isolados pelas cheias na Índia e no Paquistão

Em leitura:

Milhares ainda isolados pelas cheias na Índia e no Paquistão

Tamanho do texto Aa Aa

As águas das inundações que fizeram 450 mortos na Índia e no Paquistão começaram a retroceder, permitindo que as equipas de resgate acedam a milhares de pessoas isoladas pelas chuvas mais intensas dos últimos 50 anos na região disputada da Cachemira.

Na parte paquistanesa, as cheias afetam mais de um milhão de pessoas.

No distrito de Jhang, as autoridades paquistanesas fizeram explodir uma barragem, para tentar reduzir os efeitos das inundações, permitindo que as águas se dispersem por uma área mais alargada.

No lado indiano, as cheias e deslizes de terras provocados pelas chuvas torrenciais deixaram também mais de um milhão de pessoas sem os serviços básicos, obrigando a uma operação de resgate maciça. Até ao momento, mais de 80 mil pessoas foram socorridas pelo ar de aldeias isoladas e tetos de casas em áreas completamente inundadas.

A intempérie traz à memória as enormes inundações de 2010, as piores na história da Índia, que fizeram 1700 mortos.